A Casa da Árvore

Comentários

  1. seus textos me deixam como paz. difícil de explicar, fácil de sentir.

    Comentário por Bruna Berta — 15 de agosto de 2012 às 6:13

  2. Oi Mai! Estou adorando ler teus textos! Beijão!!!

    Comentário por Rafael — 3 de agosto de 2012 às 6:29

  3. Linda sua trajetoria e sua escrita, maira! voe sempre!!

    Comentário por Lucas — 21 de julho de 2012 às 6:28

  4. a menina cai novamente em melancolia!! e é tao doce!!

    Comentário por sabrina — 9 de julho de 2012 às 6:15

  5. Maíra..Minha Flor Diferente No Positivo .. Você é tão Simples..Humilde Pela tua Simplicidade, eu Te admiro cada vez mais..Voce não fez com o que o sucesso atrapalhasse isso..Continuou dando atenção para seus fãs! Voce é Diferente ..voce é uma daquelas pessoas que nasceram para trazer e fazer a Diferença ..pro mundo e aqui para São Caetano do Sul..risos…Um beijo Enorme ..Te Amo, sou sua fã!

    Comentário por Lô Lage — 1 de julho de 2012 às 6:27

  6. Olá Maíra… sou do interior de Minas e te conhecí através de “o teatro mágico”. Aprendi a me apaixonar por suas escritas e sua facilidade de juntar palavras, dando sentido a emoções. Você, Fernando, Gabi, Galdino, a trupe, são o que há de melhor no mundo arte de hoje. Ainda bem que existem pessoas como vocês! Parabéns por tudo… Entrei no twitter agora e ainda não sei como falar por lá… Abraços

    Comentário por Bernardo Valente — 28 de junho de 2012 às 6:26

  7. a menina das palavras emociona todo mundo… e agora sou viciadaa nesse site =D

    Comentário por Isabela Falcão — 25 de junho de 2012 às 6:29

  8. Hoje foi o dia do meu inferno astral! Eu estava imerso em um mar de horror que nunca antes havia esperimentado… Ai lembrei de O Teatro Mágico em Palavras e comecei a “fussar” na internet coisas sobre uma tal Maíra Viana… E encontrei o endereço dA Casa da Árvore. E os textos cravados por você nas paredes dessa casa me trouxeram de volta pro mundo e me levaram embora dele na sequência. Que mágia tem teus textos e que simplicidade… Estou fascinado!!!
    Obrigado por nos permitir ter a honra de le-los!

    Comentário por Di Alencar — 21 de junho de 2012 às 6:12

  9. ainda bem que você existe!

    Comentário por Milinha — 15 de junho de 2012 às 6:16

  10. não é fácil conviver com esse sentimento, e ainda assim não se deixar embrutecer….

    Comentário por Barbara Mendes — 20 de maio de 2012 às 5:52

  11. tão emocionante… lindo demais!

    Comentário por Milinha — 3 de maio de 2012 às 5:54

  12. Nossa…Nem sei dizer quantas vezes fico assim constatemente…pensei que só eu era O lobo da Estepe ,aqui encontro vários…^^

    Comentário por Dan — 15 de abril de 2012 às 5:50

Deixe um comentário


Fechar esta janela.

0,370 Powered by Wordpress